Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns... e, de vez em quando "botar a boca no trombone"!

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns... e, de vez em quando "botar a boca no trombone"!

  • QUANDO ERA UMA AVENTURA IR AO LITORAL BRASILEIRO!

    Com o Verão a chegar, acordo cada vez mais cedo e durmo cada vez mais tarde...

    Então há pouco, lembrei-me de um "ditado" português que diz:



    DEITAR CEDO E CEDO ERGUER...DÁ SAÚDE E FAZ CRESCER !...



    Lembro-me de que, quando era criança me dizerem isto muitas vezes...quando a chegada do sono resistia à vontade de brincar...e era preciso ir dormir!...e no outro dia estar esperta para a escola!..

    E funcionava!

    Claro, uma criança tem esse desejo de ser Grande depressa e então...lá se ia pr'á caminha, sem resistência, sonhando que no outro dia se acordava com mais uns centímetros!...Santa inocência?...” Estas são palavras de minha querida amiga portuguesa, Isabel, cujo blog "Lua em Peixes", ela deixou de escrever já há algum tempo.

     

    Isabel, com estas palavras fez me lembrar as únicas vezes que segui este ditado sem hesitar: Nossas viagens à praia quando crianças.

    A 45 anos atrás, mais ou menos, para quem morava no interior ir à praia, além de ser a realização das expectativas de um ano todo se preparando para o "Grande dia", era também um grande desafio, pois então não existia as rodovias modernas que temos agora. Hoje já podemos chegar ao litoral através do Rodoanel que é uma obra espetacular do Governo do Estado de São Paulo, unindo o interior ao litoral e tb a outros Estados, sem necessitar passar pela Cidade de São Paulo.

    Mas, naquela época, havia apenas a Rodovia Anchieta que ligava a Cidade de São Paulo ao Litoral, mas, para o Interiorano chegar até ela era uma verdadeira Odisséia e bem poucos se aventuravam a tal... Mas, tínhamos (temos felizmente) um amigo, o Lelo, que conhecia "o mapa da mina", e meu querido Pai quis nos dar essa alegria de conhecer o Mar.

    Mas o trato era sairmos de madrugada para evitar o horário do "Ruch"  em São Paulo, que mesmo naquela época já era um caos....Acordamos por volta das 4 horas da manhã....... Os adultos ( apenas meus pais e o Lelo e sua esposa Luiza) arrebanharam todas as crianças mais próximas da família, ao todo 6 crianças. Naquela época existia uma Perua que cabia todo esse povo....A querida Combosa (Kombi da Wolksvagen) foi lotada de alegria!.....Mesmo tendo saído tão cedo, chegamos lá já era mais de 12,00hs...Hoje fazemos o destino em 3,5 horas.

    Nos dias que se seguiram levantávamos com o sol para aproveitar a praia até às 10,00hs, que meu pai, já naquela época tinha essa consciencia de proteção nos horários dos raios UV.Não precisava chamar 2 vezes e as crianças já estavam à postos!

    ....Até hoje, quando me lembro daquele cheiro delicioso da manhã, aquele cheiro do mar,  junta-me  lágrimas aos olhos de saudade  deste momento...Único!... Claro que outras viagens houveram, mas nenhuma com o mesmo sabor da primeira vez!

    Obrigada Isabel por nos trazer estas lembranças de volta!

     

    4 comentários

    Comentar post