Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns... e, de vez em quando "botar a boca no trombone"!

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns... e, de vez em quando "botar a boca no trombone"!

  • CHÁ ANTI-INFLAMATÓRIO

     Ótimo programa do Globo Reporter desta Sexta-Feira 25.11.2011 sobre as dores crônicas e as alternativas para tratá-las de forma mais natural, sem remédios!

    A indicação dos exercícios físicos eu já constatara, desde anos atrás, quando tive um problema de coluna seríssimo e me livrei das dores após criar o hábito das caminhadas!

    Mas, agora chamou-me atenção um chá anti-inflamatório que pode ser consumido em uma porção diária, e já houve testes científicos para comprovar sua eficácia.

    Segue vídeo da primeira parte do programa onde fala do chá.  Segue a receita logo abaixo.

     

     

     

     

     
    Caso deseje ver o restante do programa, acesse   g1.com.br/globoreporter
     
     

    INGREDIENTES DO CHÁ:

    • 1 medida de erva doce desidratado
    • 1 medida de canela em pau
    • 1 medida de sementes de mostarda

    modo de preparo

    Misture todos os ingredientes para fazer os sachês. Com a mistura pronta, coloque 1 colher de chá em um pano específico para alimentos (por exemplo, o material de touca descartável). Cortando uma touca, é possível fazer 8 paninhos para envolver as especiarias. Depois de adicionar a colher de chá da mistura no paninho, basta amarrar com um barbante. Quando todos os sachês estiverem feitos, é só colocá-los em um recipiente seco e abrigá-los longe de luz e calor.

    Para cada sachê, adicione uma xícara de água quente e deixe em infusão por, no mínimo, 3 minutos.

     

     

    Mas, atenção: É para consumir apenas uma xícara diária, pois em excesso pode até fazer mal

     

    Imagem do blog http://www.dicasnutricionais.com.br/suco-preventivo-para-o-cancer/

    AMERICANA/SP/BRASIL - SINTO ORGULHO EM MORAR AQUI!

    Brasileiro tem mania em achar que só o que tem "lá fora" é que é bom e  civilizado... Eu já gosto de olhar para o que temos, e constatar que também temos coisas boas, e, que estamos sim, começando a viver num país educado!

     

    Já que iniciamos este blog, falamos de uma praça central que existe aqui na cidade, e do pouco aproveitamento dela pelas pessoas daqui.

     

    Como vou semanalmente até à biblioteca lá existente, às vezes sento-me ali e passo algum tempo lendo algum livro e observando ao redor.

     

    Hoje, lá estive durante umas 2 horas, e, observei a saída de um dos bancos, de um casal com uma filhinha!...Poucos minutos depois, notei que haviam deixado um casaco infantil no banco, e corri para ver se ainda os via, e falar do casaco...Pedi às pessoas dos bancos vizinhos, que me ajudassem a localizá-los, mas não os vimos mais. Pensei: vão dar por falta e voltarão, e por ali fiquei, por mais um bom tempo.

     

    Neste ínterim sentou-se ali, naquele mesmo banco do casal, e levantou-se, diversas pessoas, que iam embora, e o casaco continuava no mesmo lugar...Fiquei contente e admirada, que nenhuma pessoa tenha mexido no casaco, nem o levado embora...

     

    Pouco depois fui ao banheiro da praça, e, pasmem, estava L I M P Í S S I M O e cheiroso...Muitos dirão que não veem vantagem nenhuma nestas duas situações, mas, tenho certeza, que os brasileiros que estiverem lendo, entenderão muito bem a importância delas...Num país, onde o público é depredado, mau usado, abusado, encontrar sanitários públicos aptos a serem usados e limpos, é um grande avanço!...Num país, onde diariamente se registram números  infindáveis de furtos, das coisas mais improváveis, um casaco ficar horas num banco de praça, é sim, um avanço e tanto!

     

    E eu sinto-me feliz em morar aqui!

     

    Um dos recantos da praça Comendador Muller- Americana/SP

     

    MANUAL DO INTERCAMBISTA DE PRIMEIRA VIAGEM

    Mari, tchutchuquinha, nossa correpondente no Canadá, nos envia sua primeira contribuição a este blog...Eu queria que ela mesma postasse, mas aqui no Sapo, para vc participar de um blog, precisa, antes, abrir outro. Daí, que dá um pouco de trabalho, mas, enfim, ela nos dá dicas importantíssimas aos que estão se lançando a esta aventura maravilhosa dos Intercâmbios.

     

     

     

    1) Antes de você comprar seu pacote de viagens para algum novo país analise bem qual será o propósito do seu intercâmbio: se você quer somente vivenciar uma nova cultura diferente da sua, se quer voltar ao seu país falando o idioma escolhido fluentemente, se almeja trabalhar no exterior ou simplesmente curtir umas férias. Essa escolha vai impactar diretamente no tipo de intercâmbio, em sua duração e no tipo de visto que você precisará para ingressar neste novo país. Dica: estude bem sobre o lugar que deseja conhecer, sua língua, seus costumes, economia, política, a facilidade de conseguir emprego e alugar imóveis, etc, assim ficará mais fácil analisar as chances reais de você aproveitar 100% seu intercâmbio.

     

     

    2) Para a escolha do curso ficar mais fácil, tenha em mente seu perfil e principalmente quanto você tem de dinheiro disponível para realizar a viagem. Se for um país que exige um visto de entrada, lembre-se que você ainda deverá provar ao consulado que tem condições necessárias para realizar a viagem e vínculos suficientes que demonstrem que você voltará para o Brasil. Dica: faça planilhas no excel de quanto serão os gastos com a empresa de intercâmbio, o meio de hospedagem, o visto, o seguro viagem, a passagem aérea, a compra de moeda estrangeira, além dos gastos no país visitado, como alimentação, transporte, souvenir e roupas, desta forma você terá noção real de quanto precisará economizar. 

    Aqui em uma das despedidas

     

     

    3) Analisado os itens acima é hora de procurar por uma boa empresa de intercâmbio. Não se esqueça de perguntar aos amigos e colegas que já viajaram onde eles compraram e os prós e contras de cada empresa. Procure na internet recomendações e/ou reclamações de cada uma. A escolha certa da empresa permitirá que você tenha uma boa assistência antes, durante e após seu intercâmbio. Dica: nunca feche seu intercâmbio na primeira empresa que encontrar. Mesmo que pareça um leilão pesquise em pelo menos três empresas diferentes, pois o preço pode variar bastante.

     

    4) Durante a compra do pacote de viagens não se esqueça de mencionar exatamente o que você busca neste intercâmbio e o quanto você terá disponível em dinheiro para realizar a viagem, assim ficará mais fácil para o agente de viagens encaixá-lo melhor nos diversos programas e escolas disponíveis. A escolha do produto errado pode impactar futuramente em sua permanência no novo país. Dica: não fique tão preocupado com a localização da escola e os tipos de cursos, pois geralmente a escola é central e os cursos você poderá decidir no primeiro dia de aula. 

     

    Fazendo as mudanças necessárias

     

     

    5) Para os países que exigem visto fique atento aos diversos tipos: uma entrada, múltiplas entradas, turista, temporário com permissão de estudo, de estudante, de trabalho. Não se esqueça que para tirar o visto você precisa estar com todo o intercâmbio pago para obter a carta de aceitação da escola. Planeje tudo com antecedência para evitar contratempos. Nessa fase peça ajuda de um profissional bem experiente para analisar seus documentos, pois por mais que pareça fácil preencher os formulários do visto, os profissionais que mexem com isto há anos, podem dar dicas preciosas e caminhos mais curtos para você conseguir o visto ideal. Dica: pergunte ao despachante quanto dinheiro você ou a pessoa que irá pagar sua viagem deverá ter na conta bancária. Mesmo que você não tenha este dinheiro no banco, peça ajuda a pais e parentes, pois o que importa é somente comprovar que você possui uma movimentação interessante em sua conta.

     

    7) Escolha atentamente o meio de hospedagem que você ficará durante sua permanência em outro país: albergue, casa de família, campus da universidade, hotel ou se irá alugar um apartamento,  analisando os prós e contras de cada um. Dependendo do lugar escolhido você terá que fazer sua própria comida, comprar diariamente o que comer ou ainda ter as três refeições inclusas. Dica: analise neste item, quanto você tem de dinheiro e seu perfil. Se, por exemplo, você não gosta de cozinhar e quiser ainda economizar, ficar em uma casa de família é o ideal.

     

     

    Despedindo  da família do marido

     

     

    8) A passagem aérea pode variar bastante de uma companhia para outra, dependendo da quantidade de conexões e países que a companhia passar, antes de chegar ao seu destino final. Verifique seu assento e o limite de bagagem antes de embarcar. Dica: evite contratempos, pese sua bagagem antes de ir ao aeroporto para checar se realmente você não está descumprindo o limite permitido. Qualquer volume ou peso excedido poderá lhe custar caro. Se você comprar uma passagem com conexão em outro país que não o de seu destino final, verifique se este país não solicita o visto de entrada também. 

     

    9) Não deixe de comprar um bom seguro viagem por mais que você fique pouco tempo ou se considere uma pessoa extremamente saudável. Mudanças climáticas e/ou outros hábitos alimentares no novo país já são capazes de gerar um grande transtorno, caso você precise comprar remédios e usar o sistema de saúde do outro país. Dica: leve dentro das malas despachadas, remédios que não precisem de receita médica, como medicamentos para dor de cabeça, estômago, cólica, garganta, entre outros, eles podem ser muito úteis em emergências.

     

     

    Despedindo da Mãe e da Tia 

     

     

    10) Muitas vezes o intercâmbio é comprado meses antes do embarque, então não tenha pressa para comprar a moeda estrangeira, veja semanalmente o câmbio na internet e nas principais casas de câmbio. Não se esqueça de comprar dinheiro em espécie para compras pequenas e o cartão (por exemplo, o Visa Travel Money) para compras maiores. Dica: negocie sempre com as empresas, pois dependendo do valor a ser comprado você poderá conseguir um câmbio diferenciado. Evite usar o cartão de crédito, pois você só saberá quanto realmente irá pagar quanto chegar sua fatura no Brasil.

     

    E POR FIM O MAIS IMPORTANTE:

     

    OPEN YOUR MIND, LEMBRE-SE QUE NADA NUNCA SERÁ IGUAL AO SEU PAÍS

     

    VIVA SUAS PRÓPRIAS EXPERIÊNCIAS, NÃO DEIXE QUE NINGUÉM DIGA O QUE É BOM OU NÃO PARA VOCÊ

     

     ENJOY!!

     

     

    O casal já no Canadá

     

     

    Se quiser ver o primeiro post desta série, clique aqui

    EM FESTA DE "FERREIRAS" BRASILEIROS TAMBÉM TEM BANDEIRA PORTUGUESA!

    Pelo segundo ano consecutivo a Família Gomes Ferreira e Silva Bueno marcaram um encontro que começou lá no passado há muitos e muitos anos atrás.

     

    A família  Gomes Ferreira oriunda de Tras-os-Montes foi trazida ao Brasil pelos Ingleses para trabalhar na construção da Companhia Paulista de Estrada de Ferro.

     

    O patriarca da nossa, o Ferreirão ( Manoel Gomes Ferreira), chegou aqui em 1876 e estava, então, com 19 anos. Cinco de seus filhos se casaram com membros da Família Silva Bueno.

     

    Coincidência, Paixão, Amor, Conveniência, ou porque naquela época não tinha Internet rsrsrsrsrs?... Não sabemos!...O que sabemos é que virou uma grande família que foi se dispersando e apenas se encontravam em dias de casamento na família...ou morte.

     

    Até que Rogéria, filha única do último neto vivo do Ferreirão, o Pedro, hoje com 83 anos, resolveu que já era hora de acabar com esta história de encontros ocasionais e que a família precisava se conhecer e se reconhecer, afinal tantos anos se passaram e muitos já não se reconheciam.

     

    Ano passado foi muito bom!...Este ano foi ótimo!

     

    Neste ano pegaram a árvore genealógica e a dissecaram para todos os lados. Vieram outros tantos que, ano passado, não se havia identificado nas ramificações da árvore...Quase não se pode mais dizer que somos parentes...mas, com certeza, nossos DNAs tem muitos cromossomos idênticos.

     

    A que isso vai nos levar?...Reencontro, sentimentos recuperados, amor distribuído, momentos de recordações aos mais velhos, momentos de aprendizado aos mais novos que podem saber de onde vieram, de que cepa se formaram.

     

    E, em  festa de Ferreira,  respeitoso da Pátria Mãe Gentil, não poderia faltar as bandeiras tanto da terra de onde partiram, nem da terra que os acolheu, e nem mesmo da cidadezinha onde tudo começou:Ipeúna!

     

     

    Os Hinos são também imprescindíveis

     

     

     Várias gerações se encontrando

     

     

    "Seu Arcidinho Zamboni" que entrou na família pelo lado materno, às portas dos 90, mas com uma memória de dar inveja aos mais jovens declamou no final da festa um lindo poema

     

    Aqui, ao lado da família, cujos filhos homens  herdaram do pai os lindos olhos azuis

     

     

     

     

     

     

     

    Rogeria, filha do Pedro, e idealizadora da Festa, e Luciana, filha do Nenê, o Orador da família

     

     

    O carismático Nenê ao lado do Gilmar da Tereza!  Aqui temos o hábito de chamar a pessoa relacionando-a à mãe, ou ao pai, ou ao marido, ou à esposa rsrsrsrs. Eu, por exemplo, para eles sou a Betinha do Expedito caso tenham dúvidas no meu reconhecimento basta dizer estas palavras, logo saberão quem sou.

     

     

    Aqui, já começando o discurso, ao lado do Pedro que o escreveu. Este, o Pedro, já contribuiu com suas memórias  à edição da História de nossa querida Ipeúna.

     

    Nesta,  de camisa vermelha, o Marcos, ao lado de familiares mais próximos, cujos caminhos pela Câmara e Prefeitura estão sempre abertos, pois já o tivemos como Presidente da Câmara e Prefeito....Mas, jura de pés juntos que prá política não volta mais.

     

     

     

    E, posando para as fotos a geração anos 50 e 60, companheiros de escola, do jogo de forca, da queimada... E os primos  de Rio Claro que sempre traziam novas brincadeiras para nos ensinar, pois as coisas, naquela época que não existia televisão nem internet, chegavam primeiro lá!

     

     

     

    Na hora do almoço o negocio foi pegar a fila pois o serviço era self- service

     

     

    E a "Preferência Nacional", o Churrasquinho, não podia faltar

     

     

     

    E da-lhe Churrasco

     

    Churrasco de carne de vaca, de porco,  de frango, linguiça,

     

     

     

     

     

     

      

    Acompanhados de deliciosa maionese carinhosamente preparada pelo Roberto  e sua esposa ( o do violão)... A este, devo meu gosto pela leitura, pois dele ganhei meu primeiro livro infantil: " O Pica-Pau", do Walt Disney. Para uma criança Ipeunense, da época, ganhar um livro com ilustrações e histórias, era um grande acontecimento e motivo de felicidade inesquecível

     

     

     

    Rolou muito bate-papo

     

     

     

    Maria Erlinda, cujas palavras sempre  incentiva Rogéria  a continuar organizando  esta festa, a despeito de todo trabalho que dá

     

     

     

    E sua irmã, Maria Inês, que não deixa nossas raízes se perderem

     

     

     

     Muitos Encontros

     

     

     

     

     

    A alegria das crianças

     

     

     

    A Alegria e beleza dos mais jovens

     

     

    A peraltice dos pequenos

     

     

     

    Jogo de Bola

     

    "Pega-Pega"

     

     

    Distribuição de "Mimos"

     

    e, muitos...muitos encontros

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    E, muito acolhimento e calor humano que até os que não eram da família se sentiram como se da família fossem.

     

     Os agradecimentos de todos, aos Buenos da Venda d'Oride, por terem cedido este maravilhoso espaço, onde passamos momentos tão especiais!

    INTERCAMBIANDO NO CANADÁ!

    Partiu há alguns dias, para o Canadá, em viagem de Intercambio, 2 fofos, que já estiveram por aqui em algumas situações.

     

    Estar lá, hoje, é uma vitória que muitos brasileiros acalentam, mas, que dá um trabalhão, além de muito planejamento. E, estes dois, venceram todas as etapas e mal acreditam que tudo seja verdade.

     

    É com lágrimas nos olhos que ele me conta a emoção e a vitória que isso representa...

     

    Os deixamos no meio do caminho,  na Rodoviária que os levaria até o aeroporto, pois a quantidade de malas não nos permitia fazer uma viagem longa, uma vez que já estávamos em quatro pessoas no carro...

     

     

    Ainda bem que passaram me pegar, porque se eu não fosse junto perigava de ficar doente rsrsrsrsrs! Já andava, há dias, macambúzia, porque não estava podendo participar deste momento como queria!

     

     

     Exagero?...Não, é assim, intensamente, que todos nós compartilhamos esta alegria pois ela representa muito mais que um simples intercâmbio no Canadá. Representa a realização de um sonho acalentado, vivido dia a dia, cheio de incertezas, lutas,  prioridades.

     Mas, a felicidade, se estampa no rosto da nossa menininha, que saiu das asas da mãe, há anos atrás, e agora alçou um voo ainda maior.

     

     

    E, lá, ainda uma surpresa os aguardava: Vizinhos de porta, um gaúcho, com a camisa do Grêmio e uma cuia de Chimarrão

     

     

    Estamos enviando um convite a eles, para que participem do blog, e sejam nossos correpondentes no Canadá!...Tomara que aceitem!

     

    Se quiser ver a primeira contribuição do casal a este blog, clique aqui

    Quer saber mais sobre os primeiros meses dos casal no Canadá, clique aqui

    DECLARAÇÕES DE AMOR!

    Não só de palavras bonitas sobrevive o universo  dos que se  amam!

     

    Penso que cada um tem sua maneira peculiar de demonstrar amor e se declarar...Por exemplo: em minha família uma maneira que temos de falar sobre a importância de uma pessoa em nossas vidas está ligada à comida. Queremos sempre receber as pessoas que queremos bem com pratos saborosos, uma mesa bem posta. Às vezes, não precisa nem ser nada especial, mas a maneira como isso é feito. Por exemplo: em um dia qualquer, em um horário inesperado, ligar para alguém e chamá-la prá comer um bolo feitinho na hora, acompanhado de um café coado naquele momento, é uma grande demonstração de carinho...pelo menos, para os da nossa família!...Não sei se os que são convidados sentem com esse gesto o quanto são importantes prá nós...Mas, cuidado: O café de garrafa térmica, é quase uma ofensa!...Por aí já se vê o quanto esse universo é  rico e subjetivo!...

     

    Mas, esta semana, ouvi uma declaração de amor, que adorei!

     

    Mas, antes, preciso contar uma outra peculiaridade, para que possam entender a beleza e a graça da situação!...Aqui no interior do Brasil, em algumas regiões, uma maneira de se falar descontraidamente, é substituindo os "éles", pelos "erres", por exemplo: ao invés de dizer "vamos almoçar"?, alguns dizem "vamo armoçá"?... É esquisito, mas é uma peculiaridade de linguagem de alguns grupos.

     

    Pois bem! Estava minha irmã conversando com uma família amiga, e, em dado momento o patricarca disse:

     

    - Eu rezo todo dia prá Deus me levar antes!...Porque já imaginou se a Irza for primeiro, o que vai ser da minha vida sem a Irza?

     

    Confesso: Nunca vi uma declaração de amor mais linda!

     

     

    Esta não é a Irza, mas quero muito que ela nos permita colocar uma foto do casal!...Estamos providenciando!...