Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns!

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns!

  • SALVOS SÃO OS QUE SE SALVAM!

    No curso de Comunicação Visual trabalhamos muito com representações, e, em todas as disciplinas nos são passados conceitos que nos levem a desenvolver nossa criatividade, e capacidade de representar com poucas imagens o que se quer dizer.

     

    Para poder ilustrar estes conceitos de forma bastante convincente um de nossos professores passou-nos, ontem, o filme "O Perfume", baseado no livro homônimo, escrito por Patrick Süskind que, embora seja uma produção de 2006, a maioria da sala não havia assistido.

     

    Confesso que, num primeiro momento, não consegui entender qual seria a relevância deste filme com nosso curso, mas hoje, após muita discussão conseguimos ver que, realmente, tem tudo a ver.

     

    Primeiro, e mais interessante de tudo como foi "Representado o cheiro" no filme... Realmente é impressionante verificar como um filme escuro, quase sombrio, pode de repente, estar nos dando a idéia de um cheiro.

     

    Quem asistiu ao filme sabe o quanto chocava a idéia das mortes das virgens, mas, ao fazermos a analogia delas, com a "retirada da essencia de cada uma", ( que era o motivo das mortes, para se tirar a essência) e compararmos com nossas vidas, o quanto tiramos, ou são tiradas, nossas essências todos os dias, passamos a vê-lo como um filme cheio de metáforas, e que vale a pena parar para ver, onde mais teremos figuras e conceitos representativos!

     

    Para quem já viveu um pouquinho não é difícil entender o que significa ficar à mercê de alguém, e permitir, que seja tirada sua essência, cada dia um pouquinho, até que, lá um belo dia se perceba que já não se existe mais.

     

    Isso fez-me lembrar de uma frase que tínhamos ouvido, poucos minutos antes, na aula de História da Arte, onde assistíamos a um documentário sobre a vida de Leonardo da Vinci, e ele em determinado momento disse: "SALVOS SÃO OS QUE SE SALVAM"!...Achei tremendamente apropriado para a situação!

     

    A quem desejar assistir ao filme:

     

     

     

    1 comentário

    Comentar post