Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns!

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns!

  • COMPARTILHAR NO GOOGLE MAIS

  • "SEPARAÇÕES"

    A primeira vez que senti esta dor, a da separação, tinha apenas 14 anos e meu primeiro namorado foi chamado para servir o exército!... Ficaria um ano fora!...Passei o dia chorando debaixo de uma árvore, era como se tivessem levado um pedaço de mim!

     

    Outras separações houveram, mas, até a morte de meu pai, nenhuma tinha sido tão dolorosa!

     

    A separação pela morte deixa um vácuo que não se preenche! Atenua-se, mas fica sempre uma dor profunda, quieta e solitária!

     

    Para quem mora só, ou longe dos filhos, tê-los por vários dias e depois despedir-se, abre também um vácuo, como se não fóssemos mais vê-los. Dói muito!

     

    Estava hoje curtindo as minhas separações, depois de dias reunidos em família, e lembrei-me de uma amiga que talvez estivesse sentindo também as suas dores, uma vez que o filho voltou, ontem,  para sua vida na Áustria.

     

    Saí para arejar os sentimentos doídos e eis que encontro esta amiga, e quando toquei no assunto já bastou para seus olhos marejarem.

     

    O marido falou-lhe: Mas já estás acostumada, faz tanto tempo que ele mora fora!...

     

    Sim estamos acostumados, faz tempo que vivemos longe uns dos outros...mas, o coração lá entende isso?

     

    2 comentários

    Comentar post