Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns!

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns!

  • COMPARTILHAR NO GOOGLE MAIS

  • O POEMA COMPLETO DE PEDRO CASSIANO AGUILAR

    uando terminou a novela Escrito nas Estrelas aqui no Brasil, escrevi  no Sabedoria Popular um post chamado "A COMOÇÃO POR UMA FRASE", pois naquela ocasião era o que tínhamos:apenas a famosa frase dita diariamente na novela...

     

    Porém, qual não foi minha surpresa quando alguém entrou no blog dizendo ser Pedro Cassiano de Aguilar e colocando lá o poema completo. Fiquei emocionadíssima, mas alguns dias depois assisti uma entrevista com a própria Elizabete Jhin dizendo que ele era um personagem fictício. 

     

    Bem, mas isso não desmerece a beleza do Poema que segue:

     

    Cada volta que o ponteiro do relógio dá

    Acelera o passo da minha vida

    Encurta minha história e antecipa meu fim

    Que tem hora marcada pra chegar

    Mas que eu desconheço

     

    Cada um de nós é como um livro

    Que guarda sua própria história

    Com início, meio e fim

    Nosso corpo é só uma casa onde a alma habita

    E a morte é o último vôo de nossa alma

    Que parte por não caber mais nessa casa

    Como se quisesse começar uma nova história, um novo livro

     

    Cada minuto que passa pode ser tudo que me resta para viver

    Mas eu desperdiço o tempo como se ele fosse infinito

    Penso, logo sei que existir é uma circunstância

    Que a vida acontece num sopro de Deus

    E a chama permanece acesa enquanto estamos vivos

     

    Cada pessoa tem uma criança aprisionada dentro de si

    A criança que fomos nunca muda

    Nosso corpo é que envelhece ao redor dela

    Eu queria viver minha infância toda outra vez

    Mas a ampulheta do tempo eu não posso virar

     

     

    Pedro Cassiano Aguillar a 27 de Novembro de 2010 às 21:16

     

    IF YOU WANT DO SEE THIS POEM IN ENGLISH CICK HERE

     

    EM ESPANHOL CLIQUE AQUI

     

    Caso deseje ver o comentário deixado pelo ficticio Pedro Cassiano de Aguilar lá no Sabedoria Popular é só clicar aqui

     

     

     

     

    ELIZABETH JIHN AUTORA DA NOVELA

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    11 comentários

    Comentar post