Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERCAMBIANDO

Blog para fazer amigos pelo mundo, falar do cotidiano, experiências , sentimentos e relacionamentos das pessoas comuns...

14.04.21

Quem disse que a Arte Contemporânea é ruim?


Bete do Intercambiando

Post publicado originalmente em 2014 e que resolvemos editar para colocar em pauta outros aspectos.

Muitas pessoas têm dificuldade de entender algumas obras da arte contemporânea, que julgam ser de péssima qualidade estética e conceitos duvidosos e, muitas vezes ganham lugar de destaque em galerias de arte de gabarito e museus famosos. 

A estas pessoas, um vídeo de um especialista Robert Florczack da Praga University, pode lavar sua alma!

 

 
Contudo, nem tudo na arte contemporânea pode ser assim julgada. Temos artistas excelentes como Nadir Afonso  (1920-2013) -  Portugal 

Nadir Afonso  Apolo_.jpeg

Obra Apolo, 2007, pertencente ao seu período de Realismo Geométrico.

Oleg Zhivetin (1964) - Tashkent (capital do Uzbequistão)

1ZHIVENTIN-11.jpg

Cai Guo Qiang (Quanzhou, China , 1957) que trabalha com pólvora em suas produções

CAI_GUO_QIANG_2013_carnivalrehearsal_jf_a3465_001.

Vik Muniz (São Paulo/Brasil 1961) que trabalha com temas e materiais diversificados, entre eles o lixo

vik_muniz_passione2.jpg

Vik Muniz abertura da Novela Passione (2010)- obra criada com materiais recicláveis diversos e que envolveu um trabalho social igualmente importante, na ocasião,

Entre tantos outros, cito estes 4 artistas que precisaram, além de desenvolver uma técnica, buscar o novo, o inesperado, pois aos artistas contemporâneos já não basta apenas pintar ou esculpir, ou tocar uma música. Deles é exigido uma genialidade que atenda às mudanças de nosso tempo. Talvez nenhum deles permaneça no imaginário coletivo como os mestres do Renascimento ou do Impressionismo, mas a eles devemos nosso respeito e admiração por criarem com tanta genialidade e, na maioria das vezes, aliando suas obras à temáticas controversas e de cunho social, como no caso de Vik Muniz e muitas de suas obras que deflagram problemas sociais, como "Crianças de Açúcar"(abaixo), onde ele denuncia o trabalho escravo infantil na colheita da Cana de Açúcar pelas crianças Caribenhas.

VIK MUNIZ_ciranc-as-de-acucar-cke.jpg

 

7 comentários

Comentar post